24 de setembro de 2017

Tostas com Ovo à Francesa



Cortar fatias de pão de baguete, as que achar necessário por pessoa e de modo a caberem numa frigideira. Coloque na frigideira um fio de azeite e dois alhos esmagados com casca, deixe aquecer um pouco e ponha a alourar ligeiramente as fatias de pão dos dois lados. Entretanto bata 3 ovos, tempere com sal e pimenta e polvilhe com uma erva aromática a gosto, eu usei cebolinho. Retire o alho e deite o ovo batido nos espaços que não tenham pão, deixando cozinhar em lume brando. Quando estiver pronto sirva diretamente na frigideira.
Ao servir as tostas o ovo virá junto. É um petisquinho muito fácil de fazer.



23 de setembro de 2017

Uma Pequena Echarpe Outonal


Já apetece, as manhãs estão frias. 
Uma pessoa já experiente nestas lides do crochet faz esta peça num abrir e fechar de olhos, para as principiantes, passo a passo vão conseguir, mais simples não há. No fim do post encontram um pequeno esquema.




16 de setembro de 2017

Antes que o Verão Acabe

Este Verão tivemos coisas "naturalmente" interessantes cá em casa, os nossos primeiros morangos que eram saborosos, uma flor estranha e linda conhecida por flor de lagarto, e por fim um criação de aranhas,um pouco arrepiante e assustadora digna de uma decoração de halloween.



 Flor Lagarto - Stapelia Variegata
As flores têm um odor cadavérico que atrai os insetos e assim ajudam a polinização, felizmente nunca senti esse cheiro.


Aranha de prata ou aranha dos jardins 
A fêmea desta espécie é maior do que o macho; "...caso o macho consiga aproximar-se da fêmea para acasalar, esta pica-o e envolve-o em seda, como se tratasse de uma presa qualquer que embatesse na sua teia. Por fim a fêmea come-o, mas ao menos dá mais tarde bebés que garantem a continuedade da espécie...".
 

26 de agosto de 2017

Um Bolo de Chocolate com Curgete para a Rita R.





350g de curgete ralada
2 chávenas de farinha sem fermento
2 c. de chá de fermento em pó
1/2 chávena de cacau magro em pó
1 c. de café de sal
1 c. de chá mal cheia de café solúvel
125ml de azeite extra virgem
3 ovos batidos levemente
1 c. de chá de extrato de baunilha
chocolate  preto q.b. para a cobertura

Ligar o forno a 180º.
Untar e forrar com papel vegetal uma forma de bolo inglês.
Numa tigela misturar a farinha, ofermento, o cacau, o sal e café solúvel.
Noutro recipiente, misturar o açúcar  com o azeite e os ovos, juntar a baunilha e depois a curgete.
Adicionar aos poucos a farinha ao líquido e misturar cuidadosamente.
Deitar a massa na forma e espalhar por cima o chocolate preto partido aos bocadinhos.
Levar ao forno durante 1h10m.

20 de agosto de 2017

Céu sem Filtro








Pode parecer piroso e lamechas tirar fotos ao céu, mas eu não consigo deixar de captar estes momentos que a natureza nos dá. Claro que para algumas pessoas seria o momento ideal para colocar uma daquelas frases feitas e "profundas" escritas em português do brasil e que nos fariam refletir apenas por 2 segundos.
Fico-me apenas pelas imagens sem filtros.

1 de agosto de 2017

Saladinha de Tentáculos de Pota


250g de tentáculos de pota cozidos
1/2 pepino
1 tomate
1 dente de alho
1/2 cebola roxa
1 molhinho de coentros
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.
vinagre q.b.

Corte os tentáculos de pota em rodelas  finas e ponha-os numa saladeira.
Lave o tomate, corte em cubos e junte à pota.
Descasque o pepino deixando um pouco da casca, eu tiro com a ajuda de uma colher as sementes do pepino, fica ao gosto de cada um. Ponha o pepino em cubos na saladeira.
Corte a cebola roxa em rodelas ou meias luas finas, pique o alho e por último pique os coentros grosseiramente, quem preferir pode por salsa picada. Vá envolvendo tudo nos ingredientes anteriores.
Tempere com sal, pimenta e azeite e vinagre a gosto.
Coloque a salada no frigorifíco e sirva bem fresca.

Receita retirada do blog "As Minhas Receitas".

30 de julho de 2017

Bolsinha de Hexágonos "english paper piecing"






 Estes hexágonos nunca mais me vão abandonar, isto tornou-se viciante, cada bocadinho de tecido que eu apanhe vira um hexágono. Já tenho uma caixa cheia deles à espera de um novo projeto, normalmente faço-os um pouco maiores com 3 cm de lado mas esta bolsinha foi feita com o tamanho de 2 cm.
O patchwork feito com esta tecnica do "english paper piecing " é ótima para quem não tem máquina de costura, podem ver outros trabalhos que eu fiz aqui, aqui e aqui.  


16 de julho de 2017

Cheira Bem, Cheira a Alfazema










Este ano a alfazema esteve mais abundante, o tempo quente e seco ajudou, deu assim para fazer umas pinhas de alfazema e uns saquinhos perfumados.
As aplicações de crochet dos saquinhos já estavam feitas há algum tempo, esperavam apenas por uma oportunidade de serem aplicadas. A geringonça que vêem na foto de espetos ao alto foi uma ideia que eu vi e que é ótima para manter as rosetinhas direitinhas depois de passadas a ferro. Serve, claro, para muitos outros tipos de rosetas, sejam grandes ou pequenas. 

30 de junho de 2017

Bolo de Chocolate e Queijo Creme



200g de chocolate de culinária
200g de açúcar
200g de queijo creme (tipo philadelphia)
125g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
4 ovos
metades de nozes para polvilhar (opcional)

Pré-aquecer o forno a 180º.
Untar e polvilhar uma forma retangular pequena.
Num tacho, leve a lume brando o chocolate, o açúcar e o queijo creme. Vá mexendo com as varas de arame até o chocolate ficar derretido.
Passar de seguida para uma tigela e juntar a farinha, o fermento e os ovos, batendo até obter uma massa cremosa .
Deitar este preparado na forma, polvilhar com as metades das nozes e levar ao forno pré-aquecido cerca de 30 a 35 minutos ou até estar cozido.

Pode servir inteiro ou cortado em quadrados

Nota: Apesar da quantidade de chocolate e açúcar, o bolo não fica muito doce.



receita do blog https://asreceitasladecasa.blogspot.pt/

21 de junho de 2017

O Verão do Meu Contentamento e Descontentamento

Contentamento









 cortina com aplicações de crochet, jarra de decorada com crochet, cortina de trapilho


Descontentamento

Quem me mandou a mim querer perceber?

Porque é que o Homem e a Natureza nunca estarão em sintonia neste único planeta que temos para viver?

Quem me mandou a mim  querer perceber?

Como quem num dia de Verão abre a porta de casa
E espreita para o calor dos campos com a cara toda,
Ás vezes, de repente, bate-me a natureza de chapa
Na cara dos meus sentidos
E eu fico confuso, perturbado, querendo perceber
Não sei bem como nem o quê ...
Mas quem me mandou a mim querer perceber?
Quem me disse que havia que perceber?
Quando o Verão me passa pela cara
A mão leve e quente da sua brisa,
só tenho que sentir agrado porque é brisa,
Ou que sentir desagrado porque é quente,
E de qualquer maneira que eu o sinta,
Assim, porque assim o sinto, é que é meu dever sentilo....

Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos" - Poemas XXII